12ª CineOP traz diversidade artística com shows, performances, exposição e cortejo nas ruas históricas

A CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 12ª edição de 21 a 26 de junho com a programação muito além do cinema. O evento agitará a cidade histórica mineirapromovendo apresentações de diferentes linguagens artísticas, como música, dança, performances e exposição. A diversidade artística inclui festas e coletivos com marcante trajetória no cenário cultural mineiro, como a Alta Fidelidade, Lá Da Favelinha, Não Recomendados,Orquestra Atípica de Lhamas, Toda Deseoe blocos carnavalescos de Belo Horizonte, e representantes da tradição ouro-pretana, como o Bloco Zé Pereira dos Lacaicos, a Guarda de Congo Nossa Senhora do Rosárioe Pastorinhas e a Folia de Reis do “Padre Faria”.

A curadoria artística da programação no Sesc Cine-Lounge Show foi desenvolvida pela equipe do Sesc, dando continuidade à bem-sucedida parceria cultural iniciativa entre a Universo Produção, produtora do evento, e a entidade durante a Mostra de Cinema de Tiradentes, em janeiro deste ano.  A programação é inteiramente gratuita, sendo necessária a retirada de senhas para os shows que ocorrerão no Sesc Cine-LoungeShow (Centro de Artes e Convenções) a partir das 22h. As senhas de acesso poderão ser retiradas no local, a partir das 22horas (portaria principal). Todas as atrações estão disponíveis em www.cineop.com.br.

A programação tem início com a exposição“Quem conta a história no cinema Brasileiro?”, eixo temático da 12ª CineOP, e será composta por imagens, fotos e textos.As imagens destacam os homenageados da edição: o pesquisador, colecionador e escritor Antônio Leão,na Temática Preservação, o projeto Vídeo nas Aldeias, na Temática Educação, e a produtora e montadora Cristina Amaral, na Temática Histórica. A mostra poderá ser vista gratuitamente de 22 a 26 de junho, das 10h às 19h, no Hall do Centro de Artes e Convenções. 

A noite de abertura do Sesc Cine-Lounge Show, no Centro de Artes e Convenções, trará a temática Sangue Latino, a partir das 22h. A festa contará com a participação do músico Javier Galiando e seus ritmos diversos, como cumbia, timba, salsa, rock espanhol e latin jazz; a Orquesta Atípica de Lhamas, grupo de Belo Horizonte comandado pela argentina Milagros,promovendo um intercâmbio cultural entre matrizes de diferentes países latino-americanos; e a banda Unión Latina,reunindo 12 músicos de diferentes nacionalidades. 

Na sexta-feira, dia 23, o repertório se dedicará aos expoentes da contracultura, na Noite MPB Marginália. Para isso, chega a Ouro Preto a conceituada festa Alta Fidelidade, trazendo para o público um repertório calcado nos nomes mais significativos deste recorte. A banda Seu Juvenal, que possui forte atuação na cena musical de Ouro Preto, fará a estreia de seu show dedicado à “geração maldita” da MPB, com leituras “rockeiras” do repertório de artistas como JardsMacalé, Walter Franco, Jorge Mautner e Sérgio Sampaio. Já o bloco carnavalesco Volta Belchiorencerrará a noite com um mergulho nos anos 1970, relembrando sucessos do artista cearense.

O Cortejo da Arte promete colorir as ladeiras da cidade histórica na manhã de sábado, dia 24, com um desfile que sairá às 11h30,da Praça Tiradentes, descendo a Rua Direita até o Cine Vila Rica. O contagiante e tradicional passeio musical percorrerá as ruas tricentenárias de Ouro Preto com a regência e a animação de bandas, reservando atrações para toda a família. Ente grupos e artistas convidados para a mistura de ritmos e sonoridades estão a Banda Senhor Bom Jesus das Flores, oBloco Charanga de Lata, o Bloco Zé Pereira do Clube dos Lacaicos,aCia.Estandarte, a Fanfarra da Escola Estadual Desembargador Horácio Andrade, a Guarda de Congo Nossa Senhora do Rosário,asPastorinhas e a Folia de Reis do “Padre Faria”, com a animaçãodospersonagens da Turma do Pipoca.

A programação do Sesc Cine-LoungeShowrecomeça às 22h, com a Noite Geleia Geral. Seguindo o repertório da diversidade musical das culturas populares, trazendo elementos de diferentes partes do Brasil e do mundo a partir do padrão comum que os une: ritmos contagiantes que convidam à celebração.Artista local da periferia de Ouro Preto reconhecido nacionalmente, DJPátridalevará um repertório baseado na remixagem de batucadas de diversas regiões do país com sons “universais”, indo desde mantras indianos até referências da blackmusic norte-americana. A noite seguirá com o Duo Finlândia, que usa elementos da música latino-americana misturados a sons contemporâneos, fundindo sons eletrônicos e instrumentos acústicos, e com o bloco Então Brilha!,que arrasta multidões  ao som do samba-reggae no carnaval de rua de Belo Horizonte.

No domingo, dia 25, o ator Antônio Pitanga participa da Roda de Conversa com o público sobre a sua carreira e o documentárioPitanga, que retrata sua trajetória no cinema brasileiro. O bate-papo acontece no Hall de Convivência, no 2ª andar do Centro de Convenções, às 11h. À noite, os holofotes do Sesc Cine-Lounge Show serão para o universo feminista e LGBTQI, com Noite Poderosxs e a presença do coletivo transgressor Toda Deseo, com performances que levantam questões relacionadas às identidades de gênero. Nome promissor do cenário do Hip-hop mineiro, Tamara Franklin se apresenta incorporando estilos como baião, batidas africanas e reggae. Já o grupo Não Recomendados propõe encontrar novas formas de comunicar, provocar e atingir através das vozes e da sonoridade ímpar de cada arranjo em um show construído para levar sensações e reflexões ao público.

Na segunda, 26, a Noite “Nóiz”encerra o evento no espaço do Sesc, com toda a efervescência e diversidade cultural presente nas comunidades periféricas brasileiras. Centro Cultural Lá da Favelinha, iniciativa da comunidade do Aglomerado da Serra (BH), realizará uma intervenção em forma de festa, com Dj´s, Vj´s e diversas performances.Integrando importantes personagens da cultura da periferia de Ouro Preto, o Projeto Estilo Chico Rei fará uma apresentação que pretende ser um verdadeiro retrato das manifestações.O encerramento da noite ficará por conta do coletivo Roda de Timbal.