4ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto

O FUTURO NASCE DA HISTÓRIA

 Começou determinada e avança com critérios.
Ultrapassou os limites das montanhas e foi eleita fórum nacional e privilegiado
de reflexões e ações para preservação do patrimônio audiovisual brasileiro.
Consolida-se como centro gerador de cultura
em defesa da nossa identidade,
em diálogo com outros países e
em intercâmbio com o mundo.

 A CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega em sua quarta edição maior e mais convicta de seu papel – agregar valor de patrimônio à sétima arte. Promove em suas edições anuais o Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros e reúne profissionais de vários Estados do País, para juntos, construírem o Plano Nacional de Preservação.

Tem o propósito de refletir o passado em tempo presente.
Ao mesmo temo em que se busca traçar o futuro.
Coloca novos paradigmas em debate.
Processos criativos da linguagem universal do cinema
sob o impacto da era digital .
Busca a integração da cadeia produtiva do audiovisual
em suas mais diversas facetas e ciclos de vida de um filme.
Mutações introduzidas,
Meios de produção, distribuição, exibição,
preservação, restauração, a difusão em questão.

A CineOP enfoca a história com um olhar contemporâneo e
apresenta-se como um espaço enriquecedor para a apreensão
e discussão do cinema brasileiro no decorrer de sua trajetória.

Na temática histórica desta edição, coloca em evidência a década de 70.
O contexto histórico, social e político.
Quem viveu os anos 70 no cinema brasileiro?
Como ele se configurou? Quais as heranças e rupturas?

Vivemos uma revolução tecnológica – somos cidadãos ativos do audiovisual
e, no entanto, muitos de nós, conhecemos pouco da nossa história.
Facilidades e acesso às informações,
mas pouco investimento na formação profissional.
Demandas e reivindicações na ponta da língua,
mas escassez de engajamento, de vontade política.
Não existe história, sem memória.
A preservação da memória do cinema nacional no mais amplo sentido, é instrumento essencial de desenvolvimento da sociedade, da cultura brasileira.
É preciso entender o audiovisual como janela sobre as relações sociais do mundo.

A CineOP é única e ousada em sua proposta,
e torna-se viável porque conta com o trabalho
de uma equipe competente e dedicada,
com o empenho e participação de lideranças políticas e empresariais
que reafirmam anualmente o compromisso com a cultura e o desenvolvimento do país.

O patrimônio cultural é uma das maiores riquezas de um povo, de uma nação.
Nesta edição, chancelada no Ano da França no Brasil,
a CineOP conta com a presença da França estabelecendo
intercâmbio, troca de conhecimentos e experiências.
Minas – Brasil- França - uma parceria histórica que se renova.

Espetáculo visual único.
Emoldurados pelas montanhas e serras,
Mergulhados no barroco que pulsa nas veias
descendo e subindo ladeiras,
a cidade-patrimônio de Ouro Preto
palco de grandes acontecimentos sociais e políticos
é também referência singular no cinema – acolheu produções cinematográficas que marcaram época, agora é também, cenário da CineOP.
Agradecemos, na pessoa do amigo e Prefeito Ângelo Oswaldo, a manifestação de apoio, a soma de esforços na concretização da 4ª CineOP.

Um convite à luminosidade de mentes e almas
que acreditam que a preservação deve ser soberana,
ação estratégica na defesa do nosso patrimônio. 

Um convite à integração de idéias e formas de pensamento
em que a regra é a liberdade de expressão
o que está em questão é o nosso futuro
no contexto do Brasil verde e amarelo.